segunda-feira, 2 de maio de 2016

Soneto Sara Kali

Minha gente adornada de vivência
Caminha neste mundo gigantesco
Santa Sara nos dá a paciência
O deserto escaldante se faz fresco

 A sina transitória aviva a essência
Sara Kali nos salva do dantesco
Abre todo recurso na clemência
Clarão neste elevado pitoresco!

Ser de luz que viu tanto preconceito
E mesmo assim o amor ficou no peito
Demonstrou fortaleza, soube amar!

Força perseverante sempre avante...
Acreditou na luz, Jesus brilhante!
Reconheceu louvor no azul do mar!

Janete Sales Dany
Poesia@protegida por lei
Registrada e imortalizada na Biblioteca Nacional
No livro "Vilarejo do Preconceito e outras"
Página 14
Licença Creative Commons
O trabalho Soneto Sara Kali de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Também em vídeo este Soneto Sara Kali 
com Versos decassílabos Heroicos 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário